Evite dores de cabeça – Faça a manutenção preventiva

manutenção preventiva

Para evitar dores de cabeça, os provedores de outsourcing de impressão devem realizar frequentemente a manutenção dos equipamentos.

A realização da manutenção em impressoras é fundamental para garantir o funcionamento dos equipamentos em perfeita situação, além de reduzir o risco de futuros imprevistos e gerar um alto custo de conserto.

Os dois principais e mais comuns tipos de manutenção realizadas em impressoras são a corretiva e a preventiva. E é sobre a manutenção preventiva que vamos falar mais afundo. Mas para você ter uma ideia da diferença entre estes dois tipos de manutenção, segue uma breve explicação. Acompanhe:

  • Manutenção corretiva – é feita depois que a impressora apresentou uma quebra ou falha, ela implica em custos altos e pode gerar uma redução na qualidade do produto.
  • Manutenção preventiva – é realizada com a intenção de reduzir ou evitar a quebra ou falhas no desempenho da impressora.

É comum os provedores de outsourcing de impressão trabalharem com estas duas formas. Realizando manutenções preventivas regularmente e as corretivas esporadicamente quando necessárias.

Quando o provedor de outsourcing de impressão realiza a manutenção preventiva de forma regular ele reduz a probabilidade de o equipamento apresentar falhas e minimiza o custo da manutenção a longo prazo.

Fazendo a Manutenção Preventiva

Como já vimos, a manutenção preventiva visa aumentar a vida útil do equipamento e deixá-lo sempre em perfeitas condições de uso, mantendo a qualidade da impressão e do hardware.

A frequência da realização da manutenção varia muito. O fator determinante neste caso é o quanto a impressora é utilizada. Quanto mais impressões forem feitas antes a manutenção deve ser realizada.

A prática mais recorrente é da manutenção a cada 06 meses. Mas lembre-se, caso algum cliente utilize muito a impressora e ela começar a apresentar a necessidade de manutenções corretivas, o prazo entre as manutenções preventivas deve ser reajustado.

Os provedores de outsourcing de impressão que utilizam um software de gerenciamento em seu parque contam com uma grande vantagem. O monitoramento de alertas!

Com o monitoramento proativo de alertas gerados pelas próprias impressoras, é possível antecipar a detecção de falhas e a necessidade de manutenções preventivas e corretivas, antes que algum dos usuários da impressora percebam o problema.

Acessando o registro de cada ocorrência é possível analisar o que aconteceu e tomar as devidas providências e realizar a manutenção de forma proativa e eficiente. Com o software de gerenciamento e monitoramento também é possível programar e deixar as manutenções preventivas agendadas.

A manutenção preventiva é constituída de três processos principais, que são:

limpeza, lubrificação e regulagem

A primeira etapa da manutenção preventiva é a limpeza. Para realizar a limpeza de forma correta e profunda é recomendado que a impressora seja desmontada e que cada componente seja higienizado da forma correta.

Na sequência o processo de lubrificação deve ser feito. Lembrando que a impressora já deve estar limpa e montada. As peças devem ser lubrificadas conforme a necessidade. O uso de um lubrificante de qualidade e desenvolvido especialmente para o uso em impressoras colabora com o seu bom funcionamento.

A regulagem é a etapa final. Neste momento é preciso regular e calibrar as peças, garantindo o encaixe perfeito entre elas e o correto funcionamento da impressora.

Os serviços de manutenção preventiva devem ser planejados e programados junto ao cliente. Pois a utilização da impressora será interrompida por um período de tempo.

É importante contar com o apoio de um checklist com o detalhamento de todas as atividades que devem ser feitas. Assim é possível garantir que cada etapa foi cumprida e que a manutenção preventiva aconteceu de forma correta. É indispensável que as especificações do fabricante sejam seguidas.

________________

Você viu que a manutenção preventiva objetiva a prevenção de falhas ou da quebra da impressora e, que ela deve ser realizada de forma periódica. Algumas conclusões a respeito desta prática podem ser obtidas, entre elas podemos citar as seguintes vantagens:

  • Redução do envelhecimento das impressoras;
  • Melhor estado técnico operacional;
  • Evita intervenções corretivas que geram altos custos;
  • Menor risco de quebras e falhas.

Lembre-se de sempre praticar a manutenção preventiva em impressoras!

Compart. 0