Outsourcing de impressoras 3D: uma nova oportunidade de negócio

11-12_blogpost_3d

A tecnologia de impressão em três dimensões, também conhecida como impressão 3D e prototipagem, veio para revolucionar a forma como produzimos qualquer coisa, possibilitando a materialização de tudo o que possamos imaginar. 

A primeira impressora 3D foi criada pelo americano Chuck Hull, em 1984. Desde então esses equipamentos têm evoluído junto com as demais tecnologias que dão suporte à criação de novas impressoras e aos insumos utilizados no processo de impressão.

Reprodução de imagem da matéria da época divulgando a impressão 3D.
Reprodução de imagem da matéria da época divulgando a impressão 3D por Carl Deckard (à esquerda)

Veja mais em: Uma história de sucesso – descubra como surgiu a impressora 3D

Diariamente surgem novas aplicações para impressão 3D, que pode ser utilizado para inúmeras finalidades, como a impressão de pequenos objetos para manuseio e decoração, até mesmo estruturas complexas do corpo humano. 

A prototipagem em geral certamente é a aplicação mais popular dessa tecnologia, onde diversos setores conseguem produzir e validar protótipos de maneira mais eficaz do que nos modelos tradicionais. 

O tempo entre o design de um novo produto e sua validação foi drasticamente reduzido. A qualidade dos protótipos aumentou e o custo de produção é menor.

Os benefícios dessa tecnologia são indiscutíveis, porém existem muitos desafios a serem superados. Impressoras 3D ainda são caras. 

No Brasil, os modelos mais simples partem de R$2.000,00, enquanto os modelos que conseguem imprimir objetos com mais qualidade e maiores dimensões, não saem por menos de R$6.000,00 cada. 

Além do custo elevado, outros fatores como a necessidade de manutenção, reposição de peças, calibragens, conhecimento específico em softwares para modelagem 3D – quando pretende-se criar algo novo – fazem com que a popularização dessa tecnologia aconteça de maneira lenta.

Durante muitos anos tivemos este mesmo cenário com as impressoras convencionais. Onde equipamentos multifuncionais (que além da impressão fazem digitalizações e cópias), eram viáveis apenas para grandes empresas.

Hoje em dia com apenas R$200,00, por exemplo, é possível adquirir uma multifuncional simples, a qual atende as necessidades de milhares de usuários, seja no uso doméstico ou profissional.

Não sabemos por quanto tempo estes desafios estarão presentes na impressão 3D. O fato é que o momento atual acaba abrindo uma série de oportunidades de negócios que podem ser explorados acerca dessa tecnologia.

As empresas que buscarem a impressão 3D para criação de projetos inovadores, precisarão de profissionais especializados em design de projetos tridimensionais e de softwares específicos.

A elaboração do projeto é só a primeira etapa. A impressão do objeto depende de vários fatores. Entre eles podemos citar a dimensão, a qualidade esperada e os materiais de insumo. 

Tudo isso implicará na escolha da impressora 3D, sendo que cada projeto pode demandar um equipamento diferente.

No vídeo abaixo, produzido pelo programa Olhar Digital, você poderá ver como acontece o processo de criação e desenvolvimento de uma peça em uma impressora 3D colorida.

O portal 3DHUBS conecta pessoas que desejam materializar uma ideia, porém não possuem uma impressora, à provedores que disponibilizam seus equipamentos para realizar esta impressão, remotamente. Basta fazer upload do seu projeto 3D, escolher o provedor que melhor atende às suas necessidades e solicitar a impressão. E o provedor envia pelo correio o seu objeto impresso.

E se uma empresa quiser trabalhar com a impressão 3D, tendo a impressora dentro de casa, porém sem se preocupar com a manutenção, os ajustes, a reposição de peças e suprimentos? Surge então a oportunidade de locação destes equipamentos. Pense nisso!

Originalmente produzido pela PrintWayy e publicado na revista Reciclamais – versão impressa, edição n. 169, janeiro/2016.

Continue navegando no blog. Que tal ver a matéria abaixo? 

Alguns estudos e pesquisas revelam que área de TI tem um futuro promissor, mas que o profissional de TI deve ir além do conhecimento técnico e focar atributos comportamentais. 

Veja as principais habilidades e competências que estão sendo exigidas no mercado de tecnologia, como o de outsourcing de impressão: 

Imagem de um garoto com um óculos de realidade virtual. Ilustra o futuro do profissional de TI.