Suprimento: o maior vilão da saúde financeira do seu contrato

18-05_blog_supri

Não preciso falar baixinho nem cochichar em seu ouvido, o que eu vou dizer agora é uma verdade mundial.

A tinta de impressora é um dos líquidos mais caros! Por isso é indispensável que a sua empresa faça o gerenciamento dos suprimentos.  

De acordo com uma publicação do blog Gizmodo a tinta de impressora da HP custa mais que o valor do sangue humano.

No gráfico você pode ver a comparação entre o preço da tinta de impressora com relação a outros líquidos caros – lembrando que os valores comparados estão de acordo com época da publicação.

Sangue humano vs. Cartuchos

A conta feita, para chegar ao resultado do gráfico, foi essa: um cartucho de tinta preta de US$30,00 da HP contém 42ml, com preço de US$ 0,71/ml. Enquanto isso, o sangue humano custa US$ 200,00 por 500 ml na Cruz Vermelha, com preço de US$ 0,40/ml.

O site MeioBit também comparou o preço da tinta de impressora, mas dessa vez com champanhe.

Acompanhe o raciocínio: um Cartucho HP, com 10 ml de tinta custa R$ 55,99. Isso dá R$ 5,99 por mililitro. O Champagne Veuve Clicquot City Travelle custa R$ 1,29 por mililitro. Então, um litro de tinta custa aproximadamente R$ 5.590,00.

No infográfico abaixo, divulgado pelo site inglês Which, você pode ver outra comparação. Feita entre o valor dos suprimentos das impressoras (preto e color) com o valor de champanhe e petróleo, acompanhe:

Champagne vs. Cartuchos

Outra comparação com o alto preço do suprimento da impressora é feito pelo site Mega Curioso, que mostra que a cada 4,4 litros da tinta de impressora pode-se comprar:

  • 98 garrafas de vodka;
  • 223 frascos de alvejante;
  • 513 tubos de lubrificante;
  • 139 garrafas de azeite de oliva;
  • 317 vidros de esmalte (O.P.I.);
  • 742 frascos de loção para mão;
  • 982 caixas de leite;
  • 251 latas de tinta.

Nesta comparação o site avaliou o preço do litro do suprimento em R$ 7.200. Segundo eles, um galão (de 4,4 litros) custa o equivalente a US$ 3.330,14 — quase R$ 7.200. Lembrando que os valores são válidos para a época da publicação, hoje, com reajustes, este preço se eleva.

Outro assunto importante, que envolve os suprimentos, é o mau ou o prejuízo que a troca tardia e errada traz ao equipamento.

Quando uma impressora envia o alerta de baixo nível de tinta, isso significa que não há mais conteúdo suficiente para imprimir um arquivo conforme o melhor desempenho do equipamento.

E, toda vez que o usuário envia um arquivo para impressão, sendo que o alerta de pouca tinta já foi emitido, a impressora se prepara para usar todos os seus recursos e envia os comandos para que a tinta seja expelida. Mas como o recipiente está praticamente vazio, a impressora corre sério risco de sofrer danos, estragos em peças ou até queimar. Game over! 

E o que tudo isso significa?

O alto custo do suprimento e o dano que a falta de cuidado com as trocas somam um valor tão, mas tão gigantesco que com certeza dói.

Mas, não só no bolso do consumidor final, doí também no seu bolso, ou no caixa da sua empresa de outsourcing de impressão.

A melhor forma de evitar desperdícios e danos é fazendo a gestão de suprimentos. A qual pode ser feita por meio de softwares especialistas em outsourcing de impressão. Eles emitem em tempo real os indicadores de uso dos suprimentos de cada impressora, além de ter acesso a dados e informações como o percentual de cobertura, médias de impressão e ter a previsão da próxima troca.

A gestão de suprimentos ajuda você a economizar e organizar seu parque de impressão. Além de otimizar o trabalho e deixá-lo mais eficiente.

Também não é segredo para ninguém  que, com ou sem crise, reduzir os gastos ao máximo sempre foi e sempre será uma meta. Por isso boas práticas de gestão de suprimentos devem ser mantidas.

Veja agora 9 atitudes para economizar e ter uma excelente gestão de suprimentos.

Imagem de caixas de papel empilhadas. Ilustram a gestão de suprimentos.