Buscando crescimento dentro do seu mercado? Coloque o benchmarking em ação!

por | maio 23, 2022 | Empreendedorismo e Gestão

Você não está sozinho dentro do seu mercado, o fato é que sempre irão existir concorrentes. Que tal, então, aproveitar essa condição? Ao realizar o benchmarking, a sua atuação após a análise de outras empresas ficará mais acertada.

Saiba que você pode fazer uso dessa estratégia independente do seu porte, e irá lhe auxiliar a se preparar para atender melhor às necessidades dos seus clientes, levando em conta ainda que você ficará por dentro das tendências e demandas da sua indústria.

Sua empresa é única, e você não está fadado a seguir os mesmos passos que todo mundo, no entanto, com o benchmarking é possível ter um ponto de partida sobre como solucionar certos problemas, por exemplo, já que irá ter alguma referência.

Dentro do mercado de outsourcing de impressão, especialmente, essa troca de informações não ocorre com a frequência que deveria. Porém, é de suma importância colocá-la em ação para que se possa crescer e aprender.

Em razão disso, para expandir seus conhecimentos sobre essa temática, iremos apresentá-la para você, iniciando com a sua conceituação, demonstrando também alguns de seus tipos e como colocá-los em prática para auxiliar sua empresa a expandir.

Benchmarking e as maneiras de aprender com o próximo

O conceito de benchmarking, palavra inglesa que deriva de “benchmark” – a qual traduzida ao português significa “referência”, é entendido como o ato de comparar a sua organização no que tange a operações, processos ou metodologias com outras do mesmo meio de atuação.

Um dos seus casos mais populares não está longe da temática impressão, já que nos anos 70 a Xerox tornou-se pioneira na utilização do benchmarking, dedicando-se a estudar porque suas concorrentes, como a Canon, conseguiam vender máquinas a preços mais baixos que as suas.

Analisar os fatores e verificar quais ações são realizadas pelo concorrente, torna possível uma ampla visão sobre como trazer melhorias para dentro do seu negócio, permitindo que esteja ajustado ao mercado.

Isso pode abranger novas oportunidades de crescimento e solução de problemas, algo que não seria possível de verificar ou compreender sozinho, sem que houvesse a troca de informações e conhecimentos.

Existem tipos diferenciados de benchmarking que podem ser utilizados nas mais variadas situações, a depender das necessidades da empresa. Veja a definição de 05 deles abaixo:

  • Competitivo: neste caso, os concorrentes diretos são utilizados como parâmetro, mensurado como a empresa se posiciona em relação a quem disputa seus clientes. Os dados nem sempre estão disponíveis para serem consultados, o que pode dificultar a sua realização.
  • Interno: já aqui, a comparação ocorre dentro da sua própria empresa, comparando algum processo ou tarefa entre departamentos, filiais, entre outros.
  • Cooperativo: duas empresas tornam-se parceiras a fim de compartilhar informações sobre seus processos, trocando experiências, o que permite que ambas cresçam juntas.
  • Funcional: neste tipo de benchmarking, a comparação pode ser feita entre empresas que não compartilham o segmento, pois está relacionado a processos de trabalho realizados em ambas.
  • Genérico: é uma maneira de realizar comparações de uma forma mais ampla, entre qualquer tipo de empresa (mesmo setor, ou diferentes), a fim de obter insights para realizar melhores práticas.

Já vamos para o passo a passo, mas antes de tudo, preciso também mostrar a você que existem alguns princípios que norteiam essa estratégia, e são fundamentais para que o resultado pretendido seja alcançado. 

É necessário seguir a reciprocidade (disposição de ambas as empresas a compartilhar informações), analogia (a comparação em si, de processos, práticas, produtos e resultados com objetos similares), mediação (avaliar os resultados das práticas da empresa de referência, se são efetivos) e validade (as informações obtidas devem ser válidas).

Os passos para um benchmarking bem sucedido

Bem, agora que você já está familiarizado com alguns dos tipos que podem ser aplicados, vou te mostrar os passos para que você de fato realize a implementação de algum deles na sua empresa. 

SELECIONE UM OBJETIVO

Nesse processo, inicialmente você deve selecionar o que deseja priorizar no benchmarking, os pontos que serão importantes serem analisados. Para facilitar, realize uma lista com cada um deles, assim ficará mais fácil a realização do próximo passo.

ESCOLHA AS EMPRESAS

Caso você não vá realizar um benchmarking interno, ou seja, na sua própria organização, escolha qual será a outra empresa, ou empresas, que você irá realizar as comparações. Lembre-se que escolher mais do que uma irá lhe dar vantagens de informações, pois assim poderá suprir os gaps de dados que não encontrar em alguma delas.

DECIDA QUAIS SERÃO OS DADOS

Observe quais são as métricas importantes para você, as quais necessita coletar. Isso irá depender do que você deseja mudar e quais os insights que necessita, se são inovações que deseja implementar, avanços que observa necessitar realizar, ou algum problema que precisa resolver.

COLETE TODAS AS INFORMAÇÕES POSSÍVEIS

Alguns dados de seus concorrentes podem ser confidenciais ou difíceis de se obter. Em um mercado onde não há muita conversa, coletá-los pode se tornar uma tarefa difícil, e é preciso ater-se aos princípios. 

Após reunir todas as informações possíveis de serem alcançadas por meio de pesquisas/relatórios, entrevistas, bate-papo com seus contatos de outras empresas, participação em eventos, ou questionários formais, chegou a hora de analisá-las.

MEÇA A SUA PERFORMANCE POR MEIO DOS DADOS COLETADOS

Após ter em mãos todas as informações que conseguiu obter, as reúna lado a lado com as suas, realize comparações, entenda as similaridades e diferenças entre vocês e verifique o que pode ser usado a seu favor, e o que não se aplica a sua operação. 

Por exemplo, caso o atendimento deles seja mais rápido do que o seu, qual é a causa disso? Seria o treinamento utilizado? Mais pessoas na equipe? A saída para os seus problemas podem estar logo ali. Analise ponto a ponto e planeje seu plano de ação!

As publicações aqui no #BlogDaPrintWayy são realizadas todas as segundas-feiras, e se você for inscrito em nossa newsletter, a NewsWayy, você recebe em sua caixa de e-mails um resumo com o conteúdo da semana, além de uma edição especial, a qual reúne diversas dicas, no final do mês. Vem assinar!

Share This