[Fala Playyer!] Mudança de carreira, desenvolvimento de software e inovação com Eduardo Córdova

por | mar 14, 2022 | PrintWayy

Um violão, ao lado de uma baqueta que há em cima um controle de videogame e uma xícara. Logo à frente, há um microfone de estúdio.

Nós demos início a série de publicações [Fala Playyer!], com a intenção de apresentar as pessoas que fazem parte do nosso DreamTeam, para que assim você possa conhecer um pouco mais sobre elas, além de suas atividades dentro do time o qual fazem parte na PrintWayy. 

A estreante foi a designer gráfico Flávia, onde ela contou sobre suas atividades, inspirações, o que a motivou seguir nessa carreira, algumas maneiras de enfrentar um bloqueio criativo, desafios que encontrou em sua atuação, e muito mais!

Agora que você já teve uma dose de arte e criatividade, vamos adentrar no universo do desenvolvimento, e quem vai estar compartilhando sobre ele é o Eduardo Córdova, que é um de nossos devs, e faz parte do time Sunbird.

Para ele, existem algumas habilidades que não podem faltar em um desenvolvedor, como ser um lifelong learner, trazendo ainda algumas dicas valiosas para quem deseja iniciar na carreira, e as áreas que acredita estarem se destacando na atualidade.

Neste bate-papo você ainda vai encontrar a temática inovação e, outro fator importantíssimo para qualquer área de atuação, que é a manutenção do bem-estar atrelado à rotina de atividades diárias.

Uma conversa sobre desenvolvimento (de software e carreira), com o Playyer Eduardo Córdova

1. Bem-vindo ao #BlogDaPrintWayy, Eduardo! Você poderia contar para a nossa comunidade há quanto tempo você faz parte do DreamTeam e qual a sua função? 

Olá, olá, olá! Estou chegando a 04 anos no DreamTeam, e sou desenvolvedor no time do Sunbird. 

 

2. A sua carreira passou por mudanças dentro da empresa? 

Sim! Iniciei como Estagiário, fui efetivado como Tester e posteriormente fui convidado para ser Desenvolvedor, onde tive a oportunidade de fazer parte dos 02 produtos, Dragon e atualmente Sunbird.

 

3. Como ocorreu a sua identificação com a área de desenvolvimento?

Conheci o desenvolvimento de software durante um curso Técnico em Automação Industrial, onde era utilizada a linguagem de programação C para o desenvolvimento de algoritmos de controles industriais e que posteriormente seriam utilizados em um Sistema Supervisório. Foi mágico ver aquilo acontecendo no longínquo ano de 2008.

 

4. Na sua opinião, quais as habilidades essenciais para ser um bom desenvolvedor atualmente?

Eu considero muito importante realmente gostar de estudar e se manter atualizado, uma vez que tecnologias novas surgem todos os dias e as já existentes evoluem muito rápido. Citando agora uma soft skill que eu observo que faz diferença no dia a dia, é a empatia, visto que os times são formados por pessoas que possuem seus próprios universos particulares.

 

5. Você tem algum conselho para quem deseja tornar-se um dev? E, por onde começar?

Começar pelo básico evita dores de cabeça no futuro, então afie sua lógica, conheça diferentes tecnologias, descubra qual mais lhe dá prazer em trabalhar, molde seu aprendizado e mantenha o foco.

 

6. Como se capacitar da melhor maneira para crescer na carreira?

Ler a documentação da própria tecnologia é um ótimo começo, assim como também existem muitas plataformas de ensino que possuem os mais diversos assuntos dentro da área. 

 

7. Desenvolvimento é uma área ampla, cheia de ramificações. Você acredita que há alguma que vem se destacando atualmente? Qual?

Isso eu acredito que depende da posição geográfica onde o desenvolvedor se encontra. Aqui no Brasil, por exemplo, existem inúmeras vagas para Desenvolvimento Web, no Canadá o destaque vai para a Ciência de Dados e nos EUA as empresas do Vale do Silício querem criar seus próprios Metaversos. 

 

8. Você já fazia parte do DreamTeam antes mesmo da PW adotar o remote first. Agora, com essa mudança em nosso modelo de trabalho, quais foram as maiores diferenças?

A tranquilidade de poder acordar, tomar café e não precisar encarar o trânsito do dia a dia é espetacular. Aqui no DreamTeam sempre tivemos horários flexíveis, o que hoje facilita muito para uma jornada remote first and work anywhere.

 

9. Para você, o que é inovação e, como ela faz parte da sua rotina na PrintWayy?

Inovação para mim é a mudança de velhos costumes, sair daquela rotina de coisas que nos dão trabalho e pensar em alguma maneira de deixar tudo mais prático e rápido. Aqui na PrintWayy podemos experienciar essa inovação sempre que precisamos sanar algum problema do cliente ou do próprio time, tendo autonomia total para inovar e apresentar resultados.  

 

10. De que maneira é possível manter o bem-estar e equilíbrio junto às atividades diárias?

Atividades físicas! Como passamos muito tempo sentados, trabalhando na cadeira ou sofá, é imprescindível dar uma mexida no corpo e consequentemente acaba ajudando também a mente.

 

11. Nos diga algum conselho que você já recebeu, e que fez uma grande diferença no seu progresso.

Um conselho que recebi no início da minha carreira em TI foi de focar em algum ramo da programação ao invés de estudar todas as tecnologias até então disponíveis a fundo, já que novos frameworks de desenvolvimento foram surgindo aos montes e vieram para facilitar a vida do desenvolvedor.


Continue acompanhando nosso conteúdo!

A PrintWayy é um ótimo lugar para se trabalhar, e você pode ver tudo sobre as nossas 03 certificações GPTW, por meio das publicações sugeridas a seguir:

💛 PrintWayy conquista certificado Great Place to Work

💙 Somos um Great Place to Work – PrintWayy renova a certificação GPTW

💛 Um verdadeiro Great Place to Work: renovamos o certificado pela 3ª vez!

Share This