Domine as diferenças entre contratos de outsourcing e leasing

Ilustração de suas impressoras diferentes, separadas por um raio. Demonstrando a distinção entre o leasing e o outsourcing.

Para acompanhar o crescimento do mercado e livrar-se de práticas obsoletas, as empresas sentem a necessidade de atualizar seus equipamentos de TI e, além do outsourcing, o leasing surge como uma opção para muitas delas. 

Segundo matéria da Computer World, um relatório publicado pela IDC trouxe que 42% das organizações brasileiras entrevistadas afirmaram que seus gastos com TI no ano de 2021 serão superiores aos previstos antes da pandemia de COVID-19. 

Muitas são as tendências tecnológicas a serem acompanhadas, e estar a par de cada uma delas torna-se um atrativo e diferencial diante da concorrência. No post a seguir, trouxemos 10 transformações digitais de 2020, e você pode conferir aqui:

A imagem ilustra uma mão de madeira, segurando uma lâmpada, cercada por imagens de programas, planilhas e documentos de computador.

De acordo com as estatísticas apresentadas pela ABEL (Associação Brasileira das Empresas de Leasing), referentes ao mês de novembro de 2020, o arrendamento de equipamentos de informática ocupou o percentual de 9,65%.

O gráfico ilustra a porcentagem de arrendamentos (leasing) em diversas modalidades, de acordo com levantamento realizado no mês de novembro de 2020.
Fonte: Informações do Setor no Contexto do Crédito no Brasil, elaborado pela ABEL, edição nov/20.

Ainda assim, também é possível visualizar que o outsourcing continua crescendo cada vez mais, mantendo sua importância e se tornando uma opção em suprir as necessidades dos negócios com eficiência.

No decorrer da publicação, você irá entender os atributos dessas 02 modalidades, e compreender a qual nicho de consumidores elas atingem.

Leasing não é outsourcing! Mas, o que os difere?

As operações têm em comum a cessão de um bem mediante a prestação de determinado valor, que pode ser feito mensalmente. No entanto, elas possuem distinções, especialmente no que se diz sobre o destino do bem quando se dá o término do contrato.

Como acontece o leasing

Nessa modalidade, que pode ser chamada ainda de arrendamento mercantil, uma das partes (arrendador) adquire um bem, como uma impressora multifuncional, e o arrenda para um terceiro (arrendatário) – quem contrata seu serviço, sendo esse o período vigente do contrato de leasing. 

O termo arrendar, muito comum no vocabulário jurídico, tem os seguintes significados, de acordo com o Dicionário Priberam:

arrendar | v. tr.

 

  1. Tomar ou dar em arrendamento.
  2. Dar a forma de renda a.
  3. Guarnecer de rendas; rendilhar.
  4. Alugar.
  5. [Equitação] Habituar à rédea.
  6. [Agricultura] Redrar.

Entende-se, assim, que o arrendamento assemelha-se ao aluguel, e é muito comum em contratos com instituições financeiras, estando estipulado pela Resolução 2.309 do Banco Central. 

Quando o leasing chega ao fim, há 03 caminhos que pode seguir, sendo sua renovação, a devolução ou a compra. Ele pode ser classificado de 02 maneiras: financeiro e operacional

No primeiro, ao encerrar o período contratado, há a possibilidade de compra do bem por valor já estipulado com o arrendador, muitas vezes correspondente ao saldo residual. Nesse caso, a manutenção do bem pelo período contratado é responsabilidade do arrendatário. 

Já na sua segunda forma, quando o período contratado finaliza, o bem pode ser adquirido pelo valor de mercado, além de ser devolvido ou substituído. Ainda, a manutenção pode ficar por conta de qualquer uma das partes, dependendo do que for estipulado entre elas.

Características do outsourcing

No outsourcing, ocorre a transferência de serviços referentes à atividade-meio, para que a empresa possa despender seu foco total na atividade-fim, e não comprometê-la com funções adversas. Ou seja, procura por aprimorar o core business é a maior impulsionadora dessa contratação.

Com o auxílio de uma instituição especializada, citando como exemplo o serviço de outsourcing de impressão, o provedor é quem realiza a manutenção das máquinas e gestão de suprimentos, monitoramento dos parques de impressão, além da locação dos equipamentos.

Ele atua no gerenciamento de tudo o que diz respeito ao ramo contratado, possibilitando a redução de custos ao cliente, fornecendo soluções inteligentes.

Em nosso Dossiê do Outsourcing de Impressão 2020-2021, trouxemos dados atualizados com um ranking dos 10 negócios que mais contratam o outsourcing de impressão, e estão elencados aqui:

Ranking apontando os 10 negócios do mercado que mais contratam o outsourcing de impressão, de acordo com o Dossiê do Outsourcing de Impressão 2020-2021, elaborado pela PrintWayy.
Fonte: Dossiê do Outsourcing de Impressão 2020-2021, elaborado pela PrintWayy.

Entre tantos benefícios inerentes ao outsourcing, temos que o provedor mantém o parque constantemente atualizado, com equipamentos de ponta, seguindo as melhores tecnologias do mercado. E, regido pelo SLA, os contratos possuem garantia de qualidade. 

Tabela demonstrando as diferenças entre leasing e outsourcing, entre os prazos do contrato, a aquisição, pagamento e manutenção.

E, se a dúvida entre comprar ou alugar uma impressora ainda permanecer, indico a você a leitura do post relacionado a diante, para te auxiliar nessa escolha tão importante, que muito tem a ver com seus gastos e lucros! 

Desenho de impressora com moedas de ouro.

Continue acessando matérias relevantes para o mercado do outsourcing de impressão assinando nossa newsletter semanal, para ser notificado a cada nova publicação e também conhecer em primeira mão os materiais ricos que lançamos.